AVISO: A China NÃO baniu os testes em animais


Recentemente, circulou nas redes sociais de que a China tinha acabado com os testes em animais em produtos cosméticos importados. A notícia foi largamente festejada e compulsivamente partilhada por várias organizações e bloggers cruelty-free, visto a mesma ter sido interpretada como o fim de todos os testes em animais no país em questão.

Emoções nos animais | Um ensaio científico de Marc Bekoff


Nota do blogue: O estudo aprofundado das emoções nos animais é relativamente recente, o que explica o actual desacordo entre os científicos que Bekoff aborda no seu ensaio. O assunto foi continuamente tratado do ponto de vista filosófico e científico, embora compactado numa bolha de investigação conhecida como o behaviorismo. Basicamente, o argumento behaviorista é este: Por que os seres humanos postulam a consciência e todas as suas implicações quase humanas em animais para explicar algum comportamento, se a mera resposta-estímulo é uma explicação suficiente para produzir os mesmos efeitos? Grosso modo, é uma visão mecanicista.
Apesar deste reducionismo ter atrasado a especialização científica e académica sobre como a emoção animal realmente funciona, hoje já sabemos que esta questão é bem mais complexa.

Este artigo de Marc Bekoff, apesar de ser de 2000 e de assentar numa bibliografia das décadas de 80 e 90, continua bastante actual e expõe estudos e informações essenciais para compreendermos a emoção nos animais.

Sobre o autor: Marc Bekoff é um biólogo, ecólogo comportamental e professor emérito de Ecologia e Biologia Evolutiva da Universidade do Colorado. As suas áreas de estudo passam pelo comportamento animal, etologia cognitiva (o estudo das mentes dos animais), ecologia comportamental e conservação compassiva. É autor de mais de 1000 ensaios e de 30 livros, incluindo The Emotional Lives Of Animals, Encyclopedia Of Animal Behavior e Rewilding Our Hearts: Building Pathways of Compassion and Coexistence.