Pinturas murais mostram a beleza inesperada dos pombos


É cada vez mais frequente artistas e fotógrafos recorrerem aos seus talentos para sensibilizar sobre os direitos dos animais, incluindo os mais surpreendentes e improváveis como o caso do pombo comum. Há quem revele o quão maravilhosos eles são a partir de retratos fotográficos ou estudos de voo, mas Adele Renault preferiu uma vertente criativa diferente.


Para mostrar que os pombos não são mais do que apenas um pontinho na paisagem urbana, a artista belga criou pinturas que revelam a beleza estonteante destas aves. Renault usa o estilo realista para oferecer uma visão íntima destes animais bastante estigmatizados e que tanta repulsa causam à maioria de nós, com especial destaque para as penas iridescentes, os rostos expressivos e as poses simultaneamente sublimes e poderosas dos pombos, aparentemente desajeitados a olho nu.


Assim como os pombos podem ser encontrados nos mais diversos lugares, Renault também optou por uma abordagem ecléctica para exibir o seu trabalho. As suas peças podem ser encontradas em galerias sofisticadas, espaços públicos e até mesmo no seu Feathers and Faces, um livro que combina os retratos dos pombos com as respectivas pinturas, enfatizando o esplendor destes animais.


De pinturas em tela...


... a murais impressionantes 


O livro Feathers and Faces da artista:


Sigam o trabalho de Adele Renault:
Site | Instagram

-------------

Notícia traduzida e adaptada de: My Modern Net
Fotografias: Adele Renault

14 comentários

  1. Adorei as pinturas, mas continuo a não gostar de pombos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Titica, dá-lhes uma oportunidade ♥ São uns tontos fofinhos e estão em oitavo lugar na lista dos animais mais inteligentes.

      Eliminar
  2. Lindíssimos. Não sei porque elevamos tanto uns animais e rebaixamos tanto outros. Os animais são todos iguais, talvez apenas sejam superiores ao animal humano que os maltrata e utiliza como seu instrumento. Os pombos são lindos e merecem o mesmo respeito que os gatos, cães e todos outros. Não são praga. Nós somos a praga.

    ResponderEliminar
  3. Adoro, trabalhos incríveis:)

    ResponderEliminar
  4. Todo mundo tende a não gostar de pombos, eu acho seres incríveis por conseguirem sobreviver tão bem ao meio urbano longe da natureza. Este trabalho está MARAVILHOSO!!

    Um beijo,
    Blog da Kitbox

    ResponderEliminar
  5. São lindas as pinturas, que gente talentosa! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A arte move e une o mundo. Também há um mural lindo em homenagem aos animais em São Paulo: https://www.instagram.com/p/BrOHe5EHkYN/
      Por cá temos um artista que utiliza peças de lixo: https://nit.pt/wp-content/uploads/2018/04/584686425a09c9e558bc8ee25459bc71.jpg

      Eliminar
  6. Que talento!
    Amei tua postagem,
    inclusive, tem post novo no meu cantinho tb!

    Bjs.
    https://juliamodelodemodelo.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. Que incrível e que talento! Adorei as pinturas, estão mesmo lindas. Acho-os pombos animais muito bonitos e inteligente :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Amei esta postagem, inclusive há algum tempo, fiz um poema sobre o pombo para o meu livreto de poesias Bicho no Papo Reto I. Tomo a liberdade de compartilhar aqui. Sempre os observei com certa atenção, porém quando uma pombinha livre se tornou frequente no apartamento da minha mãe, aí me apaixonei de vez. São muito interessantes, mas tão injustiçados!

    POMBO DA PAZ

    Só porque vim de longe,
    em terra estranha colocado,
    não preciso ser chutado,
    nem tão pouco enxotado.

    Se sujeira sempre faço,
    não estou em descompasso,
    pois sujeira sempre encontro,
    em todo lugar que passo.

    Se da lama sempre bebo,
    alguém ali a pôs primeiro.
    Se eu tanta doença passasse,
    não haveria gari que durasse.

    Se tu tivesses tempo,
    ao bater das minhas asas,
    verias arte que nunca observastes.

    Aqueles que têm tempo
    dão comida, sem achar um contratempo.
    A alegria é geral,
    Sem falar que não faz mal.

    Mas a grande maioria,
    seja adulto ou pequeno,
    tem por sonho um mau chute,
    ou quem sabe um veneno.

    E eu que sou pequeno,
    só me resta a revoada,
    procurando outro terreno.

    Se sou símbolo da paz,
    por que não me deixam em paz?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que homenagem linda ♥

      Eliminar
    2. Oi querida Mel, que bom que gostou sou a Zan do blog Visão Vegana, não sei que barberagem eu fiz, que saí como Unknow. kkkk. Quando quiser visitar a página da Zan Philos no FB, que criei para divulgar alguns trabalhos, será bem vinda. Andei afastada, mas estou retomando. Admiro muitíssimo o seu trabalho!!!!! Parabéns!

      Eliminar
    3. Oh Zan, que bom que voltaste ♥ Li a tua postagem sobre as touradas em Portugal e a citação de Machado de Assis inspirou-me a escrever sobre ele aqui no blogue.
      Vou procurar, beijinho*

      Eliminar
  9. Sensacionais, estes trabalhos!
    Mais um post formidável... para eu apreciar ao pormenor!
    Adorei, Mel! Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar